quarta-feira, 11 de março de 2015

Retrato: Bruna Pelluzzo

Bruna Pelluzzo, ao completar 18 anos e ingressar na universidade, ganhou uma bicicleta de presente.
Ela tinha como propósito usá-la para o lazer e para ir à faculdade.  
Após as primeiras incursões, ela percebeu que como o horário das suas aulas era na hora mais quente do dia e  nem sempre o caminho mais curto é o mais agradável, resolveu mudar o trajeto e passar por dentro dos bairros, pelas ruas menos movimentadas e mais arborizadas. Mesmo que demorasse um pouquinho mais, sentiu que valia a pena e começou a desfrutar dos benefícios de se locomover de bicicleta ao sentir o vento batendo no rosto, ter a sensação de liberdade, a tranqüilidade e o fato de poder conhecer melhor a cidade.  
Pelo fato de Vitória ainda não ter se tornado um megacentro como São Paulo e Rio de Janeiro e por ser uma cidade relativamente pequena, ela destaca que isso faz com que quase todos os lugares sejam rapidamente acessados, Bruna, ama Vitória e a considera uma cidade linda.
Ela acredita que por tudo isso, Vitória tem tudo para se tornar a cidade das bicicletas, porque os capixabas têm reivindicado condições melhores para os ciclistas e consequentemente o poder público vem tomando iniciativas como construção de ciclovias e ciclofaixas, e por isso ela tem visto cada vez mais pessoas utilizando a bicicleta como veículo diário.




Com toda a sua naturalidade, Bruna contempla a paisagem da Curva da Jurema e estampa o que podemos chamar de FELIZ PEDAL!!!